X
X

Detalhes de notícias

23
out
2017

O cuidado com a silagem de grão úmido é vantajoso tanto para o animal quanto para o produtor

O cuidado com a silagem de grão úmido é vantajoso tanto para o animal quanto para o produtor

A silagem de grão úmido de milho é uma opção bastante interessante para aumentar o aproveitamento da energia presente no grão. Para a obtenção de uma silagem de qualidade, o milho deve ser colhido com um teor de umidade acima de 24% (equivalente a um teor de matéria seca abaixo de 76%). Além disso, alguns cuidados específicos precisam ser tomados no momento da ensilagem para assegurar uma preservação ideal e aproveitar ao máximo este tipo de alimento para o desempenho do animal.

Aspectos importantes para a ensilagem de grão úmido de milho

A utilização do milho na forma de grão úmido apresenta as seguintes vantagens:

  • Menores perdas a campo em comparação ao grão seco (redução de até 6%)
  • Ausência de gastos com secagem
  • Janela de colheita flexível
  • Antecipação na colheita da lavoura
  • Maior disponibilidade de energia em comparação ao grão seco (cerca de 5 a 10% superior)

Entretanto, alguns detalhes devem ser considerados:

  • A silagem de grão úmido apresenta maior degradação ruminal do amido em comparação ao milho seco
  • O armazenamento prolongado do grão úmido aumenta a digestibilidade do amido
  • O silo deve ter dimensões compatíveis com o tamanho do rebanho para permitir um avanço do painel de pelo menos 30 cm
  • A silagem de grão úmido apresenta susceptibilidade ao aquecimento e à deterioração aeróbica

Qual é o momento certo para a colheita?

Teor de umidade do grão (%)

(Silos Trincheira/Superfície/Bags)

Mínimo Ideal Máximo

Grão + sabugo

26% 32 – 36% 40%

Somente grão

26% 28 – 32% 36%
  • Teor de umidade: a tabela acima apresenta o teor de umidade ideal no momento da colheita. Teor acima de 40% pode estimular o crescimento de microrganismos indesejáveis
  • Colheita somente do grão ou de toda a espiga? A incidência de fungos na lavoura é um dos fatores que deve ser considerado para essa tomada de decisão. Quando a infestação de fungos é alta, deve-se optar pela colheita do grão para reduzir a contaminação de micotoxinas na silagem.
  • Maturidade: A maturidade fisiológica do milho depende do híbrido e da estação de crescimento, sendo caracterizada pela formação de uma linha preta na base do grão.
  • Forma de colheita: Depende da natureza do material a ser ensilado. Silagem de grão úmido e earlage são colhidas por uma colhedora de grãos convencional. Por outro lado, a silagem de snaplage é colhida por uma ensiladeira automotriz adaptada com uma plataforma de colher grãos.
(%) Grão Úmido de Milho Earlage Snaplage
Grão 100 84 – 90 75 – 80
Sabugo 0 10 – 16 10 – 15
Brácteas 0 0 5 – 10
Proteína Bruta 9.5 9 8.5

Por que inocular a silagem de grão úmido?

A adição de inoculantes na ensilagem de grão úmido tem como objetivo reduzir as perdas fermentativas. Apesar do alto teor de amido, a silagem de grão úmido apresenta uma fermentação mais lenta do que a silagem de planta inteira de milho. Além disso, essa alta concentração de amido no grão úmido aumenta o risco de deterioração aeróbia (aumento das perdas de matéria seca provocada pela exposição ao oxigênio). Para evitar esse problema e maximizar a preservação dos nutrientes da silagem de grão úmido recomenda-se o uso do inoculante microbiano Sil-All Maize +. Em um primeiro momento, as bactérias do Sil-All Maize + acelera a fermentação e acidifica a silagem mais rapidamente. Em seguida, outra espécie de bactéria também presente no  inoculante é capaz de aumentar a estabilidade aeróbica da silagem através da produção de compostos anti-fúngicos.

 

Processamento

O processamento do grão úmido pode ser feito em moinhos de martelo ou de rolo e o grau do processamento é influenciado pelo teor de matéria seca do grão e pelo método.

  • Moinhos de rolo: todos os grãos são quebrados em pelo menos 4 partes
  • Moinhos de martelo: menos de 5% de grãos inteiros / menos de 20% de partículas finas

Quando o teor de umidade do grão for inferior a 25%, o processamento deve ser aumentado e um determinado volume de água deve ser adicionado à moagem para permitir uma fermentação eficiente (aproximadamente 13 litros de água são necessários para aumentar em 1% o teor de umidade de 1 tonelada de grão úmido).

A moagem excessiva aumenta a porcentagem de grãos finos e acelera a degradação do amido no rúmen, podendo aumentar os riscos de acidose para o animal.

Existem várias diferenças entre os métodos de processamento apresentados acima que devem ser considerados no momento da tomada de decisão. É aconselhável que essa decisão seja discutida juntamente com o nutricionista da fazenda. De forma geral, os moinhos de rolo apresentam uma menor porcentagem de partículas finas e geralmente promovem maior ingestão de alimento pelo animal e melhor ganho de peso, entretanto a eficiência alimentar tende a ser aumentada na silagem de grão úmido processada em moinhos de martelo.

Armazenamento

A silagem de grão úmido pode ser armazenada tanto em silos trincheiras como em silos bolsas. Em ambos os casos, é importante manter um avanço no painel do silo de pelo menos 30 cm por dia para evitar perdas por deterioração aeróbia. Também é importante construir os silos em terrenos secos e distante de árvores. Nesse último caso, o risco de queda de galhos pode causar danos no filme plástico e resultar em perdas excessivas de silagem durante o armazenamento. É importante lembrar que qualquer dano observado na superfície do silo deve ser imediatamente reparado.